Pesquisar este blog

domingo, 25 de outubro de 2015

Vibração do lado direito do Ventre!!!!!

Olá amigas Tentantes! Já tem uns dois dias que tenho sentido umas vibrações no ventre do lado direito, vou escrever sobre o que esta acontecendo nesse meu período fértil a vocês... 

 Logo de inicio fico pensando Será meu baby a caminho???????? e eu mesmo me respondo  TOMARAAAAAAA rsrsrsrrs 
 Paraaa que emoção só de pensar

# Voltandoooo Mariii rssrrs....Sonhar é Maravilhosoo


 Vamos lá ... Então Amoras eu estou no meio do meu ciclo e ha 2 dias estou sentindo meu ventre do lado direito vibrar como se fosse no ovário, Estranho né??? A sensação é de como se estivesse com um celular no vibra encostado na pele... (dura de 4 a 6 segundos já contei kkkkkkk -NÃOOOOO eu não estou louca, estou conhecendo meu corpinho kkkk, pra ser sincera estou sentindo agora um tremorzino :D  ) Como estou no meio do ciclo deve ser ovulação né, então bora caprichar nos treinos com o maridão....
Mas queria saber se algumas de vocês já tiveram isso?
Responda meninas por favor,mesmo que nunca aconteceu conte-me uma experiência que vocês já tiveram....

 Haaa vou marcar GO para daqui 15 dias ai aviso vocês,oque ele disse sobre isso.

Beijos Férteis Amorinhas!!!

Video das Tentantes 2015

Click no link abaixo e assista ao nosso vídeo no youtube, tenho certeza que Deus falará ao seu coração... Beijinhosss da Mari... :-D 

https://www.youtube.com/watch?v=XSt5ylPxUVE

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

2015 O ANO DA MINHA DUPLA HONRA.

Boa tarde meninas aqui estou novamente mais hum ano, buscando em Deus meu milagre! Dia 19/12/2014, passei em um GO especialista em infertilidade Dr Thyrso Ayres da Clinica Genesis de Sorocaba, um excelente medico inclusive; mostrei meu exame de Histerossalpingografia que eu havia feito em Out/2011, ele disse que já passou 3 anos e pediu para eu fazer este mesmo exame, como eu já tinha contado pra vcs esse exame é mega dolorido, bom pelo menos foi essa a minha experiência,que depois em um outro momento como ele é feito, e a preparação dele, e pediu o espermograma cultura do marido também. Mas antes de fazer esse exame busquei muito á presença de Deus; e disse Senhor espero em Ti a resposta de tudo na minha vida, peço também Senhor que acalme o meu coração e eu aprenda esperar em Ti.. disse que eu creio na minha cura, que tudo aquilo que o diabo, me acusava e me fazia me senti inútil,que apesar de estar cheia de pessoas ao redor, ainda sim me sentia sozinha, disse que isso estava chegando ao fim, por que eu creio no Senhor que com certeza o Senhor tem ouvido as minhas orações. Por que se Deus tem o Poder de abrir o Mar Vermelho, oque é uma Trompa ou duas que seja, para Ele??? Meninas determinei a cura!!! Enfim, fiz o exame dia 06/01/2015 e dia 08/01 saiu o resultado... Não aguentei e abri antes do GO kkk, bom quem nunca abriu??? Kkkk E para honra e gloria do Senhor fui CU-RA-DA....... Aleluias...... Meninas nem acreditei quando vi o resultado, chorei tanto de alegria, nossa me passou um filme na minha cabeça.. Sem explicação Só tenho a dizer que DEUS É FIÉL!!! E logo logo o Caleb ou a Evelyn vai vir, no nome de Jesus

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Ainda na Espera do meu Milagre!!!

Olha meninas,como vocês estão??? Amigas estou aqui novamente, peço desculpas pela minha ausência de não estar atualizando meu blog, mas saibam que nunca o abandonei, sempre que posso corro aqui pra responder as perguntinhas de vocês... Bom queridas 3 anos se passaram após o inicio do meu blog, parece ''brincadeira'' se assim posso dizer,mas desde aquela data não consegui meu milagre,apesar de que Deus tem cuidado de mim; muitas coisas aconteceram menos a gestação :( ... não estou reclamando é apenas um desabafo que precisa de dentro de mim antes que me da um ataque do coração rsrsrsr... sei la..mas aqui me sinto tão a vontade, apesar do meu blog ter mais de 4.900 visualizações uauuu kkk,bom espero que alguém possa ter aprendido algo aqui,pois tudo que faço é para ajudar e incentivar todas as tentantes a não desistir de seus sonhos. Florzinhas estou tentando ainda, ultimamente meu ciclo esta estranho demais, esta assim: Em Abril veio dia 26 Em Maio veio dia 31 (Durou 35 dias com 7 dias de atraso e beta negativo :( ) Em Junho veio dia 25 (Antecipou 11 dias do ciclo anterior aff..) Em Julho veio dia 26 ( com hemorragia no 2 DC) Meninas eu sou super regulada,nunca tive esse problemas de ciclo curto ou longos.. que dá até um tédio quando atrasa, e você feliz faz o exame e dá aquele NEGATIVÃO afff.. meu ciclo sempre foi de 26 a 27 dias no máximo, sei la preciso ir no G.O, mas aqui em Sorocaba esta complicado, por que não tenho convênio e o SUS aqui esta na UTI um verdadeiro descaso com a população, mas acredito que em todo lugar esta assim, espero que, antes de encerrar o mandato da nossa Presidente Dilma isso se normalize, ao menos isso né... utopia a parte, nós que não começamos investir em nós mesmo pagando, por que depender de governo humano é fria. Haaa cheguei até pensar em participar do projeto ovodoação da clinica IPGO (ipgo.com.br),mas vou esperar mais um pouco, a pedido do marido, não que ele não queira,mas ele assim como eu acreditamos que posso ter natural, ainda que os médicos digam que tenho 5% de possibilidade,mas é nesses 5% que estamos lutando,Deus tem o melhor pra nós eu creio em nome de Jesus. Meu Caleb ou minha Laurinha vai vir eu creio e falo com eles sempre que posso, disse que só uma questão de tempo! É isso queridas mensagem que deixo a vocês é.. NÃO DESISTAM DO SEUS SONHOS, CREIA QUE ELE É POSSIVEL SIM,AINDA QUE SE LEVANTE PRINCIPADOS E POTESTADES POR QUE SE LEVANTAR, VAI SER PRA CAIR EM NOME DE JESUS... BEIJOS FÉRTEIS! >>FACE: Mariana Toledo (Mari)<<

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Ansiedade o Lobo mau das Tentantes

Tudo parecia lindo, um verdadeiro conto de fadas... A menina que sempre sonhou em ser mamãe, que colocava travesseiros em sua barriga e se olhava no espelho, que ninava sua boneca com todo carinho hoje é uma mulher! Ela saiu, se divertiu, namorou, encontrou o príncipe encantado, casou e o sonho de criança estava perto de se tornar realidade... "Amor, vamos ter nosso bebê?" E ela parou com o anticoncepcional, pensando, ok, final do mês teremos uma surpresa... Mas a surpresa foi a menstruação batendo em sua porta... Nos 3 meses seguintes ela tentou novamente pensando: "tomei muitos anos o anticoncepcional, meu ciclo precisa se ajustar". No final desse mês a menstruação atrasou... que alegria! Chegou a hora, pensou ela... Teste de farmácia logo cedinho, e... NEGATIVO... A partir daí as coisas começaram a mudar... ela foi ao seu ginecologista esperando uma solução... e para seu espanto escutou: "Calma... é normal aguardar até 1 ano para conseguir engravidar... a partir de 1 ano podemos começar alguma investigação quanto a demora caso necessite". Normal?? Para ela que sonha em ser mãe esperar um ano achando normal é praticamente loucura!! E ela saiu do consultório disposta a pesquisar tudo sobre como conseguir engravidar... Em pouco tempo ela já sabia como funcionava seu ciclo, quais seus possíveis dias férteis, media a temperatura basal, levantava as pernas após namorar o marido... e sua vida se resumia a um unico assunto: ENGRAVIDAR! O marido? A coitado... ele estava se tornando uma máquininha de fazer filhos... "Vamos amor, acho que estou ovulando, fui no banheiro e lá estava o muco clara de ovo!! Temos que namorar agora!!" E lá foi a máquininha fazer seu papel... Os parentes e amigos? Esses também faziam seu papel... "E aí? Cadê o bebê?" "Nossa, mas não está demorando muito?" "Coitada, não pode ter filhos". Com o passar do tempo ela já tinha sua coleção de testes de farmácia e exames de sangue negativos... Fora a tristeza, o desanimo, o choro... e sua grande companheira de aventuras: a dona ansiedade que a cada ciclo negativo se tornava mais presente em sua vida... Amadas... esse texto que criei é a realidade da grande maioria das tentates... tenho certeza que você que está lendo esse post agora se encaixou e concordou em muitas partes não é? Pois é... E você sabia que a ansiedade que persegue o mundo das tentativas tem grande culpa em muitos casos na demora da cegonha? Te convido a parar um minutinho a leitura e pensar em suas amigas tentantes... creio que você vai lembrar de pelo menos uma que quando relaxou, quando decidiu que não ia tentar por um tempo, quando decidiu até adotar uma criança o que aconteceu?? ENGRAVIDOU... Não é uma mera coinscidência... é fato! Florzinhas, nosso sistema hormonal é muito sensível... coisinhas pequenas conseguem altera-lo... imagina uma ansiedade louca? Segundo especialistas, a ansiedade consegue fazer com que o cérebro comece a produzir substâncias que inibem as funções reprodutivas e até altera a ovulação, fazendo com que a mulher ovule em momentos diferentes a cada ciclo ou até mesmo não ovule... Mas o que fazer com a ansiedade?? Falar para vocês relaxarem não vai adiantar... vocês já devem ter escutado isso inumeras vezes... e não é tão simples assim... ninguém consegue acordar um dia e dizer para si: Apartir de hoje eu não vou mais ser ansiosa, vou me acalmar e engravidar... Isso não existe... (pelo menos eu nunca conheci ninguém assim). Mas o que podem fazer é tentar dar uma driblada na danada! Faça de um tudo para estar saudável... Corpo saudável = mente saudável... se alimente bem, tome muita água, se possível faça exercícios (exercícios físicos são ótimos para descarregar a adrenalina). Encontre um bom ginecologista... aquele que tire suas dúvidas, que esteja a sua disposição para o que precisar... não adianta você ir a um profissional buscando respostas e ele só te deixar mais ansiosa, falando apenas em termos técnicos, não te explicando nada... infelizmente isso acontece muito... Mude o foco... Nada de ficar 24 horas só pensando em gravidez... encontre algo legal pra fazer, faça artesanato, saia com uma amiga (que não é tentante por favor, hehe), limpe a casa, se empenhe mais no trabalho Ame, namore, curta seu marido como antes... Programe um passeio, uma viagem, um jantar... Use seus pensamentos que até agora eram exclusivos das tentativas para fazer uma surpresa romântica para ele... Por favor, nada de sexo com hora marcada! Tenha fé! Seja lá qual for sua religião... ore, peça por calma, paciência... não peça apenas para seu filhote chegar... porque ele vai chegar, mais cedo ou mais tarde, isso é fato! Para terminar quero deixar um texto que traduz extamente o que quero passar para vocês minhas florzinhas... espero que aproveitem... Muitas vezes, passamos um longo tempo de nossas vidas correndo desesperadamente atrás de algo e não conseguimos! Será que não conseguimos mesmo ou não percebemos os sinais que recebemos... de que ainda não estamos prontos! Preste atenção nessa mensagem sobre borboletas... ela vai te ensinar muito. Não corra atrás das borboletas. Cuide de seu jardim e elas virão até você! Devemos compreender que a vida segue seu fluxo e que ele é perfeito. Tudo acontece no seu devido tempo. Nós é que nos tornamos ansiosos e estamos constantemente querendo empurrar o rio. Calma! O rio vai sozinho, obedecendo o ritmo da natureza... Se passarmos todo o tempo desejando as borboletas e reclamando porque elas não se aproximam da gente, mas vivem no jardim do nosso vizinho, elas realmente não virão. Mas, se dedicarmos a cuidar do nosso jardim, a transformar o nosso espaço, a nossa vida, num ambiente agradável, perfumado e bonito, será inevitável... As borboletas virão até a nós... Dê o que você tem de melhor e a vida lhe retribuirá

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Infertilidade Masculina e Feminina

CAUSAS DA INFERTILIDADE
Os exames realizados no casal identificam as principais causas de infertilidade. Das causas de infertilidade, 30% são de causa masculina, 30% de causa feminina, 30% são de causa feminina e masculina e 10% de causas indeterminadas. Em 30% dos casos, ambos os membros do casal têm problemas. Após identificadas as causas, será proposto ao casal um plano de tratamento.
Dr. Sérgio dos Passos Ramos
>Causas da infertilidade feminina: 1. Distúrbios hormonais que impeçam ou dificultem o crescimento e a liberação do óvulo (ovulação) 2. Síndrome dos Ovários Policísticos 3. Problemas nas trompas ou tubas uterinas provocados por infecções, cirurgias ou Trompas Obstruídas; 4. Endometriose 5. Ligadura das trompas 6. Muco cervical que impede a passagem dos espermatozoides
>Causas da infertilidade masculina: 1. Diminuição do número de espermatozoides 2. Pouca mobilidade dos espermatozoides 3. Espermatozoides anormais 4. Ausência da produção de espermatozoides 5. Vasectomia 6. Dificuldades na relação sexual
PREVENÇÃO DA INFERTILIDADE
Dietas e desordens alimentares
Não parece que dietas bem balanceadas tenham um efeito benéfico sobre a fertilidade apesar de fazerem bem à saúde como um todo. No entanto, o excesso de exercícios e as desordens alimentares podem ser uma causa de infertilidade. É importante que doenças metabólicas como o diabetes e as desordens do colesterol sejam corrigidas em casais que estejam tentando filhos. Mulheres que desejam engravidar deveriam tomar quantidade suficiente de ácido fólico (400 mcg por dia ou 0,4 mg) para evitar malformações do tubo neural (sistema neurológico do bebê). Em homens com baixa contagem de espermatozoides, multivitaminas e sais minerais podem melhorar esse aspecto. Desordens alimentares como a bulimia e a anorexia durante muitos anos da vida da mulher podem ter impacto negativo na fertilidade. Nessas condições, mulheres não ovulam mesmo tendo menstruação normal. Nesses casos o tratamento da desordem alimentar deve preceder o tratamento da infertilidade. Pesquisas recentes mostram que dietas saudáveis podem melhorar a função dos ovários na síndrome dos ovários policísticos. O excesso de exercício é, também, uma causa importante de parada de ovulação com consequente infertilidade. Também no homem o excesso de exercícios pode ter ação sobre os espermatozoides. Outra causa importante de infertilidade que pode ser evitada pelos casais são as doenças sexualmente transmissíveis. Doença inflamatória pélvica, sífilis e gonorreia são causas de infertilidade. Sexo seguro durante toda a vida antes do casamento é uma prática que os todos jovens deveriam ter. O uso de camisinhas é altamente recomendável por todas as autoridades médicas como uma importante forma de evitar/prevenir a infertilidade causada por doenças sexualmente transmissíveis.
Idade
A fertilidade e as chances de tratamento da infertilidade diminuem com a idade. A fertilidade declina a partir de 35 anos.
Posição da relação sexual
Não parece ter influência a posição sexual no índice de sucessos de gravidez. Duchas vaginais depois da relação são sempre condenáveis tanto para mulheres que desejam engravidar como para as que não desejem.
Dias férteis
Um casal é fértil somente seis dias por mês. E muito fértil somente em menos dias. Se bem que isso não funcione quando se tenta evitar/prevenir uma gravidez; é importante para quem quer ficar grávida. Sinais externos como a temperatura basal, muco cervical e testes de LH (do inglês – Hormônio Luteinizante) na urina podem aumentar a chance de um casal encontrar sua data mais fértil durante o ciclo. Pesquisas recentes mostram que os dias mais férteis de um ciclo de 28 a 30 dias são o 12º 13° e 14º.
Temperatura do Testículo
A espermatogênese, formação dos espermatozoides, ocorre em temperatura abaixo da temperatura corporal. Em homens com baixa contagem de espermatozoides é importante evitar o uso de roupas apertadas, ficar sentado muito tempo ou trabalhar perto de fontes de muito calor. Em homens com espermograma normal não parece se tornar um problema significativo. Fonte: http://www.gineco.com.br/

sábado, 14 de abril de 2012

Infertilidade não impede de ter filhos

Conheça as causas da dificuldade para engravidar e algumas soluções...

A infertilidade é verificada quando um casal não alcança a gravidez desejada ao fim de um ano de vida sexual contínua, sem uso de métodos contraceptivos ou quando apresenta abortamentos de repetição.

A prevalência da infertilidade conjugal é de 15 a 20% na população em idade reprodutiva, sendo a taxa de infertilidade masculina similar à taxa de infertilidade feminina.

A infertilidade tem aumentado nos países industrializados devido ao adiamento da idade de concepção, à existência de múltiplos parceiros sexuais, aos hábitos sedentários e de consumo excessivo de gorduras, tabaco, álcool e drogas, bem como aos químicos utilizados nos produtos alimentares e aos liberados na atmosfera.

É importante que o casal com dificuldade para engravidar procure um médico especialista na área de medicina reprodutiva com a finalidade de investigar as causas e iniciar o tratamento mais adequado.

É importante que o casal com dificuldade para engravidar procure um médico especialista na área de medicina reprodutiva com a finalidade de investigar as causas
As principais causas da infertilidade são:

Síndrome dos Ovários Policísticos: apresenta alguns sinais e sintomas, tais como: obesidade, pilosidade aumentada, acne e irregularidade menstrual. O diagnóstico é feito através da anamnese e exame físico, devendo ser, posteriormente, confirmado por meio de ultrassom e avaliação hormonal.

Endometriose: caracteriza-se pela presença de focos de endométrio (epitélio que reveste a cavidade uterina) espalhados por várias regiões do corpo, sendo as mais freqüentes, os ovários, as tubas uterinas e a cavidade abdominal. A mulher pode apresentar disfunção ovulatória, além de fortes dores antes e durante a menstruação ou nas relações sexuais.

Obstrução Tubária: a obstrução da tuba uterina deve-se, geralmente, a uma infecção genital que pode ser assintomática.

Patologia Uterina: a presença de miomas, pólipos, endometrite, aderências do endométrio (sinéquias) e alterações do endométrio são causas de infertilidade.

Alterações do Espermograma: podem ser devidas às causas genéticas, ou após infecções genitais, alterações hormonais, varicocele, entre outros.

Antes da realização dos exames auxiliares, é obrigatório fazer um bom histórico clínico, pessoal e familiar, seguido de um exame físico completo. Em seguida, devem ser pedidos exames de diagnóstico para complementar a história clínica e o exame físico, os quais são obrigatórios e devem ser efetuados antes do início de qualquer tipo de tratamento.

Assim, temos alguns exames auxiliares de pesquisa básica:

Na mulher: avaliação hormonal e sorológica, histerossalpingografia, ultrassonografia pélvica e transvaginal, entre outros.
No homem: avaliação urológica, espermograma com cultura, avaliação hormonal e sorológica, entre outros. Uma vez indicado o tratamento, é necessário que o médico, juntamente com a paciente, escolha a melhor técnica indicada para aquele casal.
As principais técnicas de reprodução assistida são:

Indução da Ovulação: assegura o crescimento folicular e a ovulação espontânea através do uso de suplemento hormonal. Está indicado em casos de disfunção ligeira da ovulação.

Inseminação Intra-Uterina (IIU): técnica de baixa complexidade que consiste em depositar os espermatozóides previamente capacitados no interior do útero. Indicada para mulheres com ciclo menstrual irregular ou muco cervical incompetente. É necessário que as tubas uterinas estejam íntegras.

Fertilização In Vitro (FIV): técnica de alta complexidade, a mais utilizada pelos profissionais especializados em medicina reprodutiva. Consiste, primeiramente, em estimular a ovulação com medicamentos com a finalidade de se obter um maior número de óvulos. Quando estes atingem a maturidade ideal realiza-se uma punção. Em laboratório, os óvulos e espermatozóides são fertilizados, e de 3 a 5 dias depois, os embriões são transferidos para o útero materno.

Injeção Intra-Citoplasmática de Espermatozóide (ICSI): técnica no qual um único espermatozóide é introduzindo dentro do óvulo por meio de uma micropipeta acoplada ao microscópio. As etapas são iguais a Fertilização In Vitro clássica (indução, punção e transferência), porém esta técnica é utilizada em casos de fator masculino grave.

Ovodoação: nesta técnica, os gametas femininos ou óvulos de uma mulher (doadora) são doados à outra (receptora) para serem fertilizados pelo sêmen do marido da receptora ou esperma também doado. É indicada para mulheres que apresentem falência ovariana, ou seja, não estejam mais produzindo óvulos; mulheres de idade avançada que tiveram diminuição do seu potencial de fertilização; ou mulheres que sejam portadoras de genes determinantes de doenças severas.