Pesquisar este blog

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Infertilidade Masculina e Feminina

CAUSAS DA INFERTILIDADE
Os exames realizados no casal identificam as principais causas de infertilidade. Das causas de infertilidade, 30% são de causa masculina, 30% de causa feminina, 30% são de causa feminina e masculina e 10% de causas indeterminadas. Em 30% dos casos, ambos os membros do casal têm problemas. Após identificadas as causas, será proposto ao casal um plano de tratamento.
Dr. Sérgio dos Passos Ramos
>Causas da infertilidade feminina: 1. Distúrbios hormonais que impeçam ou dificultem o crescimento e a liberação do óvulo (ovulação) 2. Síndrome dos Ovários Policísticos 3. Problemas nas trompas ou tubas uterinas provocados por infecções, cirurgias ou Trompas Obstruídas; 4. Endometriose 5. Ligadura das trompas 6. Muco cervical que impede a passagem dos espermatozoides
>Causas da infertilidade masculina: 1. Diminuição do número de espermatozoides 2. Pouca mobilidade dos espermatozoides 3. Espermatozoides anormais 4. Ausência da produção de espermatozoides 5. Vasectomia 6. Dificuldades na relação sexual
PREVENÇÃO DA INFERTILIDADE
Dietas e desordens alimentares
Não parece que dietas bem balanceadas tenham um efeito benéfico sobre a fertilidade apesar de fazerem bem à saúde como um todo. No entanto, o excesso de exercícios e as desordens alimentares podem ser uma causa de infertilidade. É importante que doenças metabólicas como o diabetes e as desordens do colesterol sejam corrigidas em casais que estejam tentando filhos. Mulheres que desejam engravidar deveriam tomar quantidade suficiente de ácido fólico (400 mcg por dia ou 0,4 mg) para evitar malformações do tubo neural (sistema neurológico do bebê). Em homens com baixa contagem de espermatozoides, multivitaminas e sais minerais podem melhorar esse aspecto. Desordens alimentares como a bulimia e a anorexia durante muitos anos da vida da mulher podem ter impacto negativo na fertilidade. Nessas condições, mulheres não ovulam mesmo tendo menstruação normal. Nesses casos o tratamento da desordem alimentar deve preceder o tratamento da infertilidade. Pesquisas recentes mostram que dietas saudáveis podem melhorar a função dos ovários na síndrome dos ovários policísticos. O excesso de exercício é, também, uma causa importante de parada de ovulação com consequente infertilidade. Também no homem o excesso de exercícios pode ter ação sobre os espermatozoides. Outra causa importante de infertilidade que pode ser evitada pelos casais são as doenças sexualmente transmissíveis. Doença inflamatória pélvica, sífilis e gonorreia são causas de infertilidade. Sexo seguro durante toda a vida antes do casamento é uma prática que os todos jovens deveriam ter. O uso de camisinhas é altamente recomendável por todas as autoridades médicas como uma importante forma de evitar/prevenir a infertilidade causada por doenças sexualmente transmissíveis.
Idade
A fertilidade e as chances de tratamento da infertilidade diminuem com a idade. A fertilidade declina a partir de 35 anos.
Posição da relação sexual
Não parece ter influência a posição sexual no índice de sucessos de gravidez. Duchas vaginais depois da relação são sempre condenáveis tanto para mulheres que desejam engravidar como para as que não desejem.
Dias férteis
Um casal é fértil somente seis dias por mês. E muito fértil somente em menos dias. Se bem que isso não funcione quando se tenta evitar/prevenir uma gravidez; é importante para quem quer ficar grávida. Sinais externos como a temperatura basal, muco cervical e testes de LH (do inglês – Hormônio Luteinizante) na urina podem aumentar a chance de um casal encontrar sua data mais fértil durante o ciclo. Pesquisas recentes mostram que os dias mais férteis de um ciclo de 28 a 30 dias são o 12º 13° e 14º.
Temperatura do Testículo
A espermatogênese, formação dos espermatozoides, ocorre em temperatura abaixo da temperatura corporal. Em homens com baixa contagem de espermatozoides é importante evitar o uso de roupas apertadas, ficar sentado muito tempo ou trabalhar perto de fontes de muito calor. Em homens com espermograma normal não parece se tornar um problema significativo. Fonte: http://www.gineco.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário